Contratos futuros no agronegócio

O desenvolvimento do agronegócio brasileiro e a maior integração da cadeia produtiva tem permitido o maior acesso dos produtores rurais a linhas de crédito e outras ferramentas disponibilizadas pelo mercado de capitais. 

Uma dessas ferramentas disponibilizadas pelo mercado ao produtos rural é a possibilidade de pactuação de contratos futuros. 

O que é?

Através dos contratos futuros o comprador e vendedor fixam um preço em que determinado produto será comercializado em uma data certa no futuro. 

O produto a ser comercializado pode ser tanto sacas de soja, quanto o boi gordo, por exemplo. 

Vantagens dos contratos futuros para o produtor?

A partir da pactuação de um contrato futuro, o produtor conseguirá determinar exatamente valor que irá receber após a entrega da safra ou de parte da safra a ser ainda plantada. 

Desse modo, o produtor pode reduzir consideravelmente o risco de sucesso ou insucesso do plantio a partir da minimização do risco decorrente da oscilação do preço daquele produto, garantindo o pagamento de seus custos de produção e uma rentabilidade mínima. 

Cuidados ao firmar um contrato futuro!

Apesar das grandes vantagens proporcionadas pela utilização dos contratos futuros, é preciso tomar alguns cuidados antes de realizar esse tipo de contratação:

1. Ciência sobre todos os custos da transação

Antes de realizar a operação, certifique-se de todos os custos envolvidos na operação e de que você possua capital suficiente para arcar com eventuais garantias necessárias. 

2. Possibilidades de revisão do contrato limitadas

As possibilidades de revisão dos contratos futuros são limitadas. Desse modo, uma variação no preço do produto maior do que a originalmente esperada dificilmente ensejará a revisão das condições do contrato. 

3. Correta identificação do custo de produção e definição de margens de segurança

Para que os contratos futuros sejam bem utilizados, é muito importante que o produtor tenha pleno conhecimento sobre os seus custos de produção, bem como defina margens de segurança a fim de definir o valor que irá cobrir estes custos e lhe garantir uma margem de lucro. 

 

Rafael Veríssimo e Thiago Kellermann

Veja também:

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe está preparada para responder todas as suas dúvidas
👋 Olá, como podemos te ajudar?

Inscreva-se em nossa Newsletter

Cadastre seu email abaixo e receba tudo em primeira mão